quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Post Especial: #OutubroRosa2014


Olá meus amores, tudo bem?

Hoje eu vou falar dessa campanha de saúde e prevenção que é internacionalmente conhecida: O Outubro Rosa.
Pra quem não sabe, eu sou Enfermeira e estou sempre ligadas nessas campanhas. Então hoje no post Especial eu vim falar um pouquinho do #OutubroRosa2014.





  • Como surgiu?

 
 O movimento começou nos Estados Unidos, onde vários Estados tinham ações isoladas referente ao câncer de mama e/ou mamografia no mês de outubro, posteriormente com a aprovação do Congresso Americano o mês de Outubro se tornou o mês nacional (americano) de prevenção do câncer de mama. O nome remete à cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e entidades. 


A primeira iniciativa vista no Brasil em relação ao Outubro Rosa, foi a iluminação em rosa do monumento Mausoléu do Soldado Constitucionalista (mais conhecido como o Obelisco do Ibirapuera), situado em São Paulo-SP. No dia 02 de outubro de 2002 quando foi comemorado os 70 Anos do Encerramento da Revolução, o monumento ficou iluminado de rosa "num período efêmero" como relembra o secretário da Sociedade Veteranos de 32 - MMDC, o Coronel PM (reformado) Mário Fonseca Ventura.
   Essa iniciativa foi de um grupo de mulheres simpatizantes com a causa do câncer de mama, que com o apoio de uma conceituada empresa européia de cosméticos iluminaram de rosa o Obelisco do Ibirapuera em alusão ao Outubro Rosa.


Em outubro de 2008, diversas entidades relacionadas ao câncer de mama iluminaram de rosa monumentos e prédios em suas respectivas cidades. Aos poucos o Brasil foi ficando iluminado em rosa em São Paulo-SP, Santos-SP, Rio de Janeiro-RJ, Porto Alegre-RS, Brasília-DF, Salvador-BA, Teresina-PI, Poços de Caldas-MG e outras cidades.

   O Brasil é mundialmente conhecido pelo seu maior símbolo, a estatua do Cristo Redentor no Rio de Janeiro-RJ. E pela primeira vez, o Cristo Redentor ficou iluminado de rosa no Outubro Rosa.
  •  Como detectar precocemente?

    Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), as formas mais eficazes para detecção precoce do câncer de mama são o exame clínico da mama e a mamografia. Para o controle do câncer de mama, é recomendado que as mulheres realizem exames periodicamente, mesmo que não tenham alterações. É necessário que a mulher conheça o próprio corpo e caso veja alguma alteração, já procure atendimento médico, pois o exame das mamas realizado pela própria mulher não substitui o exame físico realizado por profissional de saúde em atendimento hospitalar qualificado para essa atividade. O diagnóstico precoce aumenta a chance de cura do câncer de mama.

    O exame clínico das mamas é o procedimento onde o médico ou enfermeiro observa e apalpa as mamas da paciente na busca de nódulos ou outras alterações e deve ser realizado conforme as recomendações técnicas do Consenso para o Controle do Câncer de Mama.

    A mamografia é a radiografia da mama que é capaz de mostrar lesões em fase inicial e até muito pequenas (milímetros) e assim, permite a detecção precoce do câncer de mama. Segundo o INCA, o exame é realizado em um aparelho de raio X apropriado, o mamógrafo. Nesse aparelho, a mama é comprimida de forma a fornecer melhores imagens, e, portanto, melhor capacidade de diagnóstico. O desconforto provocado é discreto e suportável
      
    • Outubro Rosa e o Ministério da Saúde:

    O mês de outubro é conhecido como Outubro Rosa e é marcado por ações do Ministério da Saúde e de diversos órgãos e entidades que intensificam os esforços pela detecção precoce do câncer de mama. São 31 dias dedicados a reflexões e ações sobre o tema, mostra os avanços já conquistados e também o desafio para vencer o câncer que atinge um grande número de brasileiras por ano. 

    O câncer da mama é o que infelizmente mais acomete as mulheres em todo o mundo. Em 2013, estimaram-se para o Brasil 52.680 casos novos da doença, com uma projeção de risco de 52 casos a cada 100 mil mulheres. Em quatro das cinco regiões brasileiras, o câncer de mama é o tipo mais comum entre as mulheres, sem considerar os tumores de pele (não melanoma): Sudeste (69/100 mil), Sul (65/100 mil), Centro-Oeste (48/100 mil) e Nordeste (32/100 mil). Na Região Norte, é o segundo tumor mais incidente (19/100 mil), ficando atrás do câncer do colo do útero (23/100 mil). 


    A prevenção é sempre a melhor solução, mas um diagnostico precoce aumenta muito as chances para um bom prognostico e cura para a doença.
    Sabemos que a batalha contra o cancer é uma luta diária e muito árdua, por isso devemos estar atentas aos sinais que o nosso corpo nos envia e visitar regularmente um médico para que quaisquer dúvidas possam ser afastadas.
    Nossa saúde é nosso bem maior, vamos trata-la com carinho! 

    Beijos meus amores e até o próximo post,
      

4 comentários:

  1. Passando pra dar um oi... amei seu blog e estou seguindo... faça uma visitinha ao meu blog e se gostar me siga bjus :) https://influenciasfemininas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amore!

      Obrigada pela visita, com certeza vou adorar conhecer o seu cantinho.

      Beijos,

      Excluir
  2. Respostas
    1. Conhecimento e prevenção nunca é demais né?
      E além do mais, temos que nos preocupar com a nossa saúde e com os sinais que o nosso corpo dá.

      Beijos e obrigada pela visita!

      Excluir

Deixe o seu comentário! Se você tiver um blog, deixe seu endereço aqui também, vou adorar conhecer seu cantinho!